quinta-feira, 23 de agosto de 2012

por nietzsche


Eu nunca li Nietzsche. A não ser estas citações que se tornam senso comum, uma resenha aqui e outra ali.
Ainda assim entendo o que faz do autor um clássico, um citável, um senso comum, uma imagem para fb. É a capacidade de observação e de explicitação do que nos devia ser evidente a todos, como, por exemplo, que é preciso saber ser só para saber ser com o outro.
Vivi esta experiência.
Após anos entrando (sem saber como) e saindo (sem entender o porquê) de relacionamentos decidi ficar só. Abracei minha própria solidão - como sugerido - e dei-me ao luxo e ao prazer de conhecer a mim. Assim, hoje, sei muito bem como entrei nesta relação para a qual entrego paixão, fé e dedicação e da qual não sinto anseio de sair.
Indico a todos: aprenda a ser um para aprender estar em dois.

* * *

Amar é...
ser "capaz de se preocupar com o engrandecimento do outro ser humano".


* * *

PS: Talvez eu precisasse ter passado por tudo que passei para valorizar o que tenho hoje (++ clichê). Certo é que muita gente passa. Mas poucas vezes vi isso tão bem contato como neste texto e no vídeo fofo que resultou dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário