segunda-feira, 3 de setembro de 2012

a lista

Super difícil decidir quem convidar, viu?
Por um lado, eu queria chamar todo mundo que eu curto e eu sei que me curte, todas aquelas pessoas com quem eu me divirto (e são tantas...). O noivo, então, nem se fala. Ele lembra de alguém com quem passou um bom momento em qualquer tempo próximo ou longínquo da vida e já fica querendo atochar a tal da lista.
Por outro lado, ando apaixonada por festas intimistas, pequenas, onde todos se conhecem, se olham nos olhos, compartilham amor e carinho.
Acrescenta aí que casamento não é uma festa só sua e do seu noivo, é uma festa de família. E lá vem minha mãe com os critérios dela. Por exemplo: todo mundo da família tem de ser convidado. TODO MUNDO! Discordo, mas lá vamos nós.

Sobre o tema, achei este quadrinho aí lá no Pinterest e fez algum sentido pra mim.
Faz pra você?


Um comentário:

  1. Pat,
    É o tema mais sensível do casamento pra mim, hehe. Eu e Paulão queríamos uma festa intimista, então nosso critério pra família foi bem direto: só primeiro grau. Aí já dá uma galerinha. Pra amigos o critério foi: estão nos nossos dias, ou nos nossos telefonemas, conversas de skype, mensagens de celular? Sabem o que esse momento significa pra gente? Vão levar sentimentos bons pro casório?
    Pros colegas de trabalho o critério foi: os mais próximos e com energia positiva.
    E assim chegamos a 100 pessoas. E foi lindo assim. Nem se pudesse faria uma festa pra 300. Curti a intimidade. Mas isso sou eu e Paulão.
    Boa sorte com a lista! ;)

    ResponderExcluir