quarta-feira, 10 de outubro de 2012

absurdos

Recebi um texto por e-mail que me chocou. O FW informava que a pérola havia sido escrito pela Fernanda Montenegro, mas prefiro duvidar muito. E pior é que a tia que me encaminhou o considerava repleto de bons conselhos (#medo).

Acontece que, lendo com atenção (sabe-se lá o porquê), concluí que ele muito bem poderia estar numa revista feminina das décadas de 50 e 60.
Nossas mães e avós acreditavam nisso. Viviam isso. Aconselhavam isso!
Além e assustador: as revistas femininas não mudaram tanto assim daquelas décadas para hoje. Só acrescentou-se sexo e trabalho. Nenhum dos dois livres; nenhum dos dois sob a perspectiva da individuação e do prazer pessoal (claro: meios de comunicação de massa > pessoas de massa).

Como esta questão dos relacionamentos parece ir de mal a pior, risco há que volte a ser voga este tipo de discurso. Infelizmente, eu falo sério.
O feminismo não morreu e não morrerá. Suas conquistas não retrocederão. Vivemos uma nova sociedade. Amém!
Acontece que as pessoas (homens e mulheres) viraram objetos e os relacionamentos tornaram-se consumo. Tudo é descartável e substituível, e quanto mais rápido melhor.
Portanto, hoje, o problema é o que se busca com e o que se ilude acerca de uma parceria amorosa. Mas é muito fácil dizer que o casamento e a família moderna não dão certo porque a mulher abdicou do seu papel de esposa e mãe.

Daí a gente acorda um dia e tem esta bomba na caixa de mensagens:

O modo de vida, os novos costumes e o desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está o macho da espécie humana.
Tive apenas 1 exemplar em casa, que mantive com muito zelo e dedicação num casamento que durou 56 anos de muito amor e companheirismo, (1952-2008) mas, na verdade acredito que era ele quem também me mantinha firme no relacionamento. Portanto,  por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha 'Salvem os Homens!'
Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da masculinidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:
1. Habitat
Homem não pode ser mantido em cativeiro. Se for engaiolado, fugirá ou morrerá por dentro.
Não há corrente que os prenda e os que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse ou a propriedade de um homem, o que vai prendê-lo a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente, com dedicação, atenção, carinho e amor.
2. Alimentação correta
Ninguém vive de vento. Homem vive de carinho, comida e bebida. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ele não receber de você vai pegar de outra. Beijos matinais e um 'eu te amo’ no café da manhã os mantém viçosos, felizes e realizados durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não o deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial. Portanto não se faça de dondoca preguiçosa e fresca. Homem não gosta disso. Ele precisa de companheira autêntica, forte e resolutiva.
3. Carinho
Também faz parte de seu cardápio – homem mal tratado fica vulnerável a rapidamente interessar-se na rua por quem o trata melhor. Se você quer ter a fidelidade e dedicação de um companheiro completo, trate-o muito bem, caso contrário outra o fará e você só saberá quando não houver mais volta.
4. Respeite a natureza
Você não suporta trabalho em casa? Cerveja? Futebol? Pescaria? Amigos? Liberdade?  Carros? Case-se com uma Mulher. Homens são folgados. Desarrumam tudo. São durões. Não gostam de telefones. Odeiam discutir a relação. Odeiam shoppings. Enfim, se quiser viver com um homem, prepare-se para isso.
5. Não anule sua origem
O homem sempre foi o macho provedor da família, portanto é típico valorizar negócios, trabalho, dinheiro, finanças, investimentos, empreendimentos. Entenda tudo isso e apóie.
6. Cérebro masculino não é um mito
Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente não        possuem! Também, 7 bilhões de neurônios a menos).
Então, agüente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você se cansou de colecionar amigos gays e homossexuais delicados, tente se relacionar com um homem de verdade. Alguns vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja desses, aprenda com eles e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com as mulheres, a inteligência não funciona como repelente para os homens.
7. Não faça sombra sobre ele...
Se você quiser ser uma grande mulher tenha um grande homem ao seu lado, nunca atrás.
Assim, quando ele brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ele estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda. Aceite: homens também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar.
A mulher  sábia alimenta os potenciais do parceiro e os utiliza para motivar os próprios. Ela sabe que, preservando e cultivando o seu homem, ela estará salvando a si mesma.
E Minha Amiga, se Você acha que Homem dá muito trabalho, case-se com uma Mulher e aí Você vai ver o que é Mau Humor!
Só tem homem bom quem sabe fazê-lo ser bom!
Eu fiz a minha parte, por isso meu casamento foi muito bom e consegui fazer o  Fernando muito feliz até o último momento de um enfisema que o levou de mim. Eu fui uma grande mulher ao lado dele, sempre.
Com carinho, FERNANDA

Tá chocada? Então respira. Ainda tem coisas boas circulando pela internet. Como este texto aqui, que, pasmem, estava num site voltado ao público masculino.

Ah! E nada contra ser romântica, mulherzinha, tratar bem o parceiro. Aliás, muito pelo contrário. Mas eu faço isso porque cuidar da minha relação me dá prazer e faz bem a mim também. Não tenho nenhuma obrigação. Tenho amor e inteireza. E tenho convicção de que é por aí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário