quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

que meu pai esteja bem

 Da noiva Juliana no Constance:
Casar em casa é muito emocionante. Todo o processo de montagem da festa foi emocionante, ver a festa nascer da janela do quarto foi inesquecível. Mas, sem dúvida, o momento de maior emoção foi entrar no carro e ver meu pai me esperando. Eu tinha conseguido controlar o coração até então. Rezei muito, meditei, mas foi tudo por água abaixo quando vi meu pai, pronto para me levar ao altar. Me veio à cabeça aquelas fotos clássicas de pai e filha no carro chegando na igreja e a ficha caiu, tinha chegado a hora. E, para arrematar, teve o abrir das portas na capela…ver o homem da sua vida ali te esperando no altar, não tem explicação”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário